Médico do SNS adapta ventiladores que podem salvar vidas: “É fácil de conceber, pode estar disponível de um dia para o outro e as peças existem todas nos hospitais”, garante.

Este modelo “é fácil de conceber, pode ficar disponível imediatamente de um dia para o outro e as peças existem em qualquer bloco operatório ou unidade de cuidados intensivos dos hospitais”, sublinha. “Ter mais ventiladores invasivos é a solução ideal mas até essas condições serem conseguidas podemos enfrentar a necessidade de ter equipamentos que, mesmo não sendo os ideais, cumpram a função eficazmente”, explica. E dias, “infelizmente, olhando para a evolução da pandemia noutros países, é o tempo que temos disponível”.

ventiladores que podem salvar vidas

O modelo criado por Paulo Roberto consiste numa adaptação dos VNI que permite “um circuito semi-fechado. O ar que vai sair pela válvula expiratória [para o ambiente] passa por um filtro HEPA (antiviral), os poros do filtro são demasiado pequenos para os vírus passarem por lá, ficam retidos”, descreve. Outra vantagem: “esta adaptação permite rapidamentemais que duplicar a capacidade de ventilação mecânica disponível no país”.

ventiladores que podem salvar vidas