Toy apresentou queixa contra André Ventura por violação dos direitos de autor, já que o partido CHEGA usou um tema do cantor sem o seu conhecimento, com a agravante de adulterar a letra da canção ‘O Coração Não Tem Idade (Toda a Noite)’.

À FLASH!, o cantor disse: “Enviei uma carta para a Sociedade Portuguesa de Autores e a SPA vai ter de me justificar isto, porque é quem administra. Se administrar bem, ótimo, se administrar mal, péssimo. Vai ter de me justificar porque é que usaram uma música minha e ninguém lhes disse nada”, afirmou.

E continuou: “Eu sou um homem de paz. Eu não gosto de guerras. Por amor de Deus, irem ao meu guarda-fatos vestirem a minha roupa, alterarem as bainhas e não me dizem nada?! É uma coisa impensável. Só mesmo quem não tem dois dedos de testa é que faz uma coisa destas.”

“Quando usam as nossas obras, quando usam aquilo que é meu têm de pedir autorização. Dei conhecimento à administradora dos meus direitos de autor, que é a SPA, no contencioso, para me tratarem desse assunto. Aqui não há zangas não há nada. Houve mais pessoas a usarem a minha música mas tiveram a hombridade de me pedirem autorização. Aqui, usaram a minha música sem pedir autorização e trocaram a letra”, referiu o cantor.

“Não precisavam de falar comigo. Pediam autorização à SPA – ou pediam-me a mim diretamente – e a SPA dava-me conhecimento e perguntava: ‘quanto é que tu cobras para esta música ser utilizada?’ E eu podia dizer ‘não cobro nada ou cobro muito’. É assim que funciona. Agora, pegar na música, alterar a letra, e nem dizer nada? Por amor de Deus, isso é chunga”, conclui.