Se eu te cortei da minha vida, é porque tu me deste a tesoura. Eu cansei de perdoar. O meu coração não aguenta tanto vai e vem de sentimentos. A tua atitude foi a tesoura que tu me deste para cortar-te da minha vida. Não procuro promessas. Eu quero alguém que me ame hoje. Que encha o meu coração de paixão e me faça sorrir por simplesmente existir, agora. Eu mereço mais.

Não! Agora não adianta mais dizeres que tudo vai ser diferente. Cansei! Eu cansei de acreditar nessas tuas palavras sem valor que diziam que a briga era passageira. Que tudo voltaria a ficar bem de novo. Eu cansei de acreditar nas tuas promessas de um futuro melhor. Ficava sempre para amanhã, não é? Só que esse amanhã que tu prometias nunca chegou.

Amanhã seria o dia em que o sol iria brilhar e a tempestade passar. Amanhã seria o dia em que a gente seria feliz. Deixei de acreditar quando tudo o que tu me prometias, nunca cumprias. Era apenas uma maneira de tu fazeres com que eu não partisse. É um engano teu achar que eu engoliria falsas esperanças a vida inteira. Sei que a minha crença no nosso amor te levou a acreditar que eu nunca iria cansar-me e colocar um ponto final. Mas agora chega.

Não procuro promessas. Eu quero alguém que me ame hoje. Que encha o meu coração de paixão e me faça sorrir por simplesmente existir e estar do meu lado, agora. E não alguém que só espera eu desviar um pouco a atenção para machucar novamente o meu coração.

Não! Agora não adianta falares que o teu amor por mim é maior do que tudo. Se tu me amasses de verdade, nunca me farias sofrer. Se o teu amor fosse real, o meu coração não estaria despedaçado.

Se tu foste capaz de fazer o que tu fizeste com alguém que tu dizias ser a pessoa mais importante da tua vida, tu não és quem deve estar ao meu lado nem com quem eu quero dividir a minha vida.

Não! Agora não adianta pedires perdão. Falta sinceridade nas tuas palavras porque elas não correspondem às tuas atitudes. Cansei de perdoar. O coração não aguenta tanto vai e vem de sentimentos. Tenho medo que um dia tu o esmagues e ele não se recupere nunca mais. Quando eu deixo tu entrares nele de novo, tu usa-lo com leviandade e não respeitas o meu amor nem a pessoa que eu sou, porque tu te acostumaste a ferir-me e a ser perdoado.

Não! Agora não adianta dizeres que te arrependeste. Quantas vezes tu me disseste que aquilo tinha sido o teu pior erro, mas logo depois foste lá e fizeste exatamente a mesma coisa? Quantas vezes tu me disseste que não eras dono dos teus atos, mas decidiste repeti-los sem preocupação? Chega! Não sou um brinquedo que tu usas conforme o teu humor. Sou um ser humano que precisa de afeto e respeito.

Agora, não adianta dizeres que tu vais te transformar. Já cansei de acreditar. As tuas mudanças duram dois dias e depois tu voltas sempre a magoar-me novamente. Tu dizes que agora és outra pessoa, mas essa mentira já faz parte de quem tu és. As tuas palavras já não são maiores do que as tuas ações.

Eu mereço mais. A tua atitude foi a tesoura que tu me deste para eu te cortar da minha vida.

E não me digas que tu és o melhor para mim, não adianta mais dizeres isso, porque agora quem vai mudar sou eu, pois nunca mais te aceitarei.