Francisco Belo arrecadou o ouro na Taça da Europa de Lançamentos. O jovem destacou-se ao vencer o lançamento do peso, com a marca de 20,97 metros.

O atleta benfiquista foi o melhor dos portugueses igualando o seu recorde pessoal, estabelecido no fim de semana passado, na final dos Europeus de pista coberta, em Glasgow, onde foi quarto classificado.

O atleta que se impôs a Maksin Afonin, um russo autorizado a lançar como neutro, que lançou 20,60 metros e a Bob Bertemes, do Luxemburgo (20,55), abriu o concurso com 19,60, melhorou para 20,23 e alcançou o ensaio dourado com 20,97.

Ainda fez 20,89 metros ao quarto ensaio, anulou o quinto e fechou com 20,36 m. O resultado de 20,97 de Belo é também recorde da pista em Samorin e é a melhor marca europeia deste ano (terceira no Mundo, ambas ao ar livre).

Nesta prova, esteve o também benfiquista Tsanko Arnaudov que acabou em oitavo lugar, com a marca de 19,07 metros, o único ensaio que validou (foi anulando diversos lançamentos que não correram ao seu agrado).

Quanto Edujose Lima, do Sporting, terminou em sexto lugar o Grupo B do lançamento do disco, prova na qual lançou o engenho a 52,89 metros (esta época já tinha melhor, com 55,78), com o melhor do grupo a ser Andreas Christou, do Chipre (54,92). Francisco Belo estava inscrito e acabou por não participar, apostando tudo no peso.

Antes dele, entrou em prova Décio Andrade, atleta do Estreito a estudar nos Estados Unidos e que terminou o lançamento do martelo para atletas sub-23 em sexto lugar, com a marca de 67,42 metros, um recorde pessoal. O vencedor foi o ucraniano Myhaylo Kokhan, que lançou a 76,68.

Já Leandro Ramos, do Benfica, foi oitavo classificado no lançamento do dardo para atletas sub-23, lançando o engenho a 72,63 metros, o seu melhor resultado do ano.

O vencedor foi o bielorrusso Aliaksei Katsavets, com 82,45 metros (melhor marca mundial do ano).

Créditos: Ptjornal

Partilha