O sonho de Meghan Markle era rebentar a escala de populariade no Reino Unido. Ela acreditava que depois de casar com Harry, seria tão popular como a cantora Beyoncé que muitos apelidam de “rainha Beyoncé”. 

O polémico livro ‘Courtiers: The Hidden Power Behind the Crown by Valentine Low’, é quem dá conta desta informação: “Acho que Meghan Markle pensava que ia ser a Beyoncé do Reino Unido”, revela o autor do livro Valentine Low, citado pela imprensa inglesa.

E continua: “Ela pensou que ser da família real inglesa lhe daria essa glória. Mas o que ela descobriu foi que havia tantas regras e que algumas eram tão ridículas que a impediam de fazer coisas normais”.

De acordo com o mesmo livro, Meghan ainda era noiva de Harry e já anunciava publicamente que seria a “patroa. “No verão de 2017, mais de 6 meses antes do casal ter ficado noiva, ela disse a um dos conselheiros de Harry: ‘Acho que ambos sabemos que eu vou ser um dos seus chefes em breve”, revela o livro.