Sofia Arruda confessa que foi afastada da televisão por ter recusado favores sexuais. A atriz revela que esteve vários anos fora da Televisão porque foi vítima de assédio sexual. “Foi uma decisão muito complicada, eu sabia porque é que não estava a ser escolhida. Foi uma aproximação menos profissional por parte de uma pessoa com muito poder dentro de uma estação de televisão, de uma produtora, que queria uma atenção que não era profissional da minha parte”, começa por contar. 


E continuou: “Tentou que houvesse ali mais alguma coisa e eu no início não percebi. Achei que era uma questão profissional porque a primeira abordagem foi a de um almoço para falar de um projeto. Nunca chegou a acontecer e ainda bem.”

Visivelmente emocionada, a actriz revela que: “Era uma aproximação velada, muito insinuante. Era um aperto de mão que nunca ficava no sitio suposto, era um beijo que me deixava constrangida mas às tantas pensas que a pessoa é só assim, muito afetuosa. Isso ia passando para intervenções mais diretas.” 

“Quando comecei a ficar muito desconfortável tive que pegar no telefone e dizer que se fosse um almoço de trabalho, a minha agente iria comigo e se não fosse essa intenção, eu não iria. desligou o telefone.”

As consequências da sua rejeição tiveram um forte impacto na sua vida. “Mais tarde, durante as gravações, estava na cadeira de maquilhagem, a pessoa chegou e disse-me ao ouvido: ‘Essa é a tua última decisão?’. Eu disse que sim e ele respondeu-me: ‘Então nunca mais vais trabalhar aqui. ‘Não sei quanto tempo fiquei na cadeira da maquilhagem. sei que a maquilhadora teve que me maquilhar o braço porque estava marcada.”

A atriz revela que esteve “5, 6 ou 7 anos sem trabalhar para aquela estação” e que se arrepende de não ter denunciado esta situação mais cedo: “Custa-me pensar se essa pessoa conseguiu efetivamente tirar proveito de outras miúdas. Persuadi-las.”