Um casal desempregado, vive sem água e sem luz: “Só pedimos uma casinha”, disse Nuno Duarte e Marina, de 41 e 28 anos, ao Correio da Manhã.

O casal vive na zona de Santarém e está há três meses a viver num anexo agrícola sem as mínimas condições de habitabilidade.

Os dois estão à procura de trabalho e não têm capacidade financeira para fazer face às despesas e renda mensal com uma habitação. Referem falta de apoio das instituições da comunidade e não ter familia que os possa apoiar.

Marina afirma que: “Dizem que não há casas disponíveis. Nós sabemos de várias casas da câmara que estão desocupadas, só não percebemos é porque é que nos deixam a viver assim”, refere.

E continua: “Só pedimos uma casinha pequena, que tenha pelo menos água e luz para podermos tomar banho e fazer a nossa vida”, afirma Nuno, acrescentando que faz mesmo questão de pagar a renda, apesar de o dinheiro não ser muito.