Os peregrinos deixaram o Santuário de Fátima irreconhecível. “Estou a ver que onde cabe a fé não cabe o civismo” e as celebrações levaram a rasto de lixo inimaginável.

Tal como costuma acontecer em festivais de música, o Santuário de Fátima ficou com amontoados de lixo e até mesmo colchões “deram à costa”.

As fotos deixaram muitas pessoas aborrecidas nas redes sociais, e há quem diga que isto trata-se de uma verdadeira “tristeza” e “vergonha”.

“Essas fotos parecem do festival da Zambujeira do Mar. É uma pena haver tanta hipocrisia. Tanta gente a rezar e depois…”, lê-se num dos comentários do Facebook, bem como “eu não fotografei mas fiquei em estado de choque quando no fim do almoço voltei para ir à capelinha e me deparei com esta imagem e podem querer que isto ainda não é tudo”.

“Estou a ver que onde cabe a fé não cabe o civismo, que tristeza”, é mais um dos comentários que se pode ler na rede social.

As imagens já tiveram milhares de partilhas.

Santuário de Fátima irreconhecível

Ontem, na cidade do Vaticano, o Papa Francisco associou-se à celebração do 13 de maio, em Fátima, que recorda a primeira aparição da Virgem Maria na Cova da Iria, em 1917.

“Os nossos pensamentos vão para a nossa mãe celestial, que celebraremos amanhã, 13 de maio, com o nome de Nossa Senhora de Fátima. Confiamo-nos a ela, para continuar a nossa jornada com alegria e generosidade”, disse o Papa a partir da janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração pascal do ‘Regina Coeli’, perante milhares de peregrinos.

Relembre-se que Francisco esteve em Fátima nos dias 12 e 13 de maio de 2017, quando ocorreu o Centenário das Aparições, tendo presidido à canonização dos santos Francisco e Jacinta Marto, dois dos videntes da Cova da Iria.

A lembrança do Papa a Fátima surgiu após uma saudação de Francisco por ocasião do ‘Dia da Mãe’ em vários países, incluindo o Brasil, por exemplo.

“Gostaria de enviar uma calorosa saudação a todas as mães, agradecendo-lhes a sua preciosa ação no crescimento dos filhos e na defesa do valor da família. Recordemos também as mães que olham para nós do céu e continuam a vigiar sobre nós, com a oração”, disse.

Partilha