“Não nos passa pela cabeça proibir atividade política”, afirmou Costa quanto à Festa do Avante, mas desde que sejam cumpridas as orientações sanitárias da Direção-Geral da Saúde (DGS).

“A atividade política do PCP ou de qualquer outro partido não está proibida, nem nos passa pela cabeça, creio eu que a ninguém, proibir a atividade política. Agora, essas atividades vão ter de ser realizadas de acordo com as regras da DGS”, disse o Primeiro Ministro António Costa em entrevista ao Porto Canal.

Para Costa “não há nada que permita na Constituição, na lei, onde quer que seja, a proibição do exercício de atividades políticas”.