PJ já identificou suspeitos no homicídio de Mota Jr. que fugiram para Inglaterra, segundo o CM durante a quarentena.

Já foram emitidos mandados de captura europeus e o móbil do crime terá sido o roubo das jóias e dinheiro do rapper. Aparentemente foi planeado por um conhecido do rapper, mas que depois, contactou outros dois para o ajudar.

O cabecilha, já estava referenciado por assaltos violentos e saiu do país antes da declaração do estado de emergência.

A PJ seguiu ainda o rasto do ouro roubado e identificou os envolvidos na venda das jóias.