O piloto português Paulo Gonçalves morreu no Dakar, após uma queda na 7.ª etapa da prova. Ele tinha 40 anos e foi vítima de uma queda ao quilómetro 276 da 7.ª etapa.

Segundo um comunicado oficial, a organização foi alertada às 10h08 locais e um helicóptero chegou junto do piloto às 10h16.

Depois de várias manobras de reanimação o português foi levado para o Hospital de Layla, na Arábia Saudita, onde o morte foi declarada.

Esta era a 13.ª vez que o desportista participava na competição e era um dos protagonistas desta prova.

Foi segundo classificado em 2015, atrás do espanhol Marc Coma, o seu melhor resultado, depois de já ter sido campeão mundial de ralis cross-country em 2013.

Encontrava-se na 46.ª posição das motas à partida para esta etapa.