Manuel Luís Goucha manifestou-se o seu desagrado contra a realização da Festa do Avante e no decorrer da crónica criminal, quando comentava uma festa ilegal em Gaia, o apresentador acabou por mandar umas farpas a quem permite a realização da festa comunista.

“Mas isso é válido para todos. Porque uns são filhos e outros enteados. Porque quando há uma Festa do Avante que está a dias de ser realizada, automaticamente as pessoas já se acham no direito ‘então vamos lá, a um ajuntamento estimulado pelas redes sociais’ Isto é minha opinião. A polícia está acima de todas as coerências…”

“Não tem a ver ser do Avante ou deixar de ser. É por ser uma festa e um ajuntamento”, disse Manuel Luís Goucha.