Júlia Pinheiro mandou recado aos políticos e ao Estado português depois de conhecer a história de Jorge, um doente que sofre de epilepsia e que deveria ser seguido numa clínica psiquiátrica, mas que foi colocado numa ala psiquiátrica de uma prisão. 

Depois de conhecer o testemunho, Júlia considerou tudo isso bizarro e desafiou os politicos a encontrar uma solução para este tipo de situações. A apresentadora pediu aos assessores das ministras da Justiça e da Saúde para agirem, mas não como ação de propaganda, mas sim de cidadania.

Nas redes sociais, o caso foi também muito falado com muitos seguidores a elogiar a postura de Júlia: “Muitos Parabéns pela sua indignação e pelas suas palavras! É uma vergonha o que se passa neste país a vários niveis! Bem haja pelas suas palavras”,

“O recado foi muito bem enviado esperamos que os nossos governantes não estejam a dormir” e “Parabéns Julia a forma como se indignou hoje no seu programa e o apelo que fez aos políticos, foi serviço público de primeira. Grande mulher!” foram algumas das mensagens deixadas nas publicações de Júlia Pinheiro nas redes sociais.