CR7 assumiu numa grande entrevista à TVI que levou o filho à pensão onde morou quando veio para Lisboa. O objectivo é que o filho tenha uma educação onde entenda que tudo não surge facilmente.

Cristianinho nem queria acreditar que o pai viveu numa simples pensão em Lisboa.
Apesar de ter todos os luxos, CR7 que que o filho mais velho entenda que na vida nada é fácil.

Também recentemente Georgina voltou a declarar-se com amor aos filhos de Ronaldo este fim de semana, deixando os seguidores maravilhados.

Bastou um simples: “Amor infinito”, na descrição de uma fotografia na qual surge com os gémeos Eva e Mateo e ainda com Alana Martina, a única filha que tem fruto da relação com o craque da seleção nacional, para que os inúmeros comentários se fizessem chegar.

O único que faltou na foto foi Cristianinho, de nove anos, mas nem por isso a argentina deixa de gostar menos dele pois já foram muitos os elogios prestados ao filho mais velho do craque.

Até mesmo recentemente Georgina foi passear na companhia de Cristianinho, Eva, Mateo, Alana Martina e da irmã, Ivana Rodríguez, até Cádiz, Espanha.

Ficaram todos instalados num hotel de luxo, exclusivo na praia da Barrosa, em Cádiz, Espanha – o Royal Hideway Sancti Petri – onde os quartos custam cerca de 500 euros por noite

Na viagem de regresso que Gio posou com os filhos do jogador para uma fotografia que deixou os seguidores muito felizes.

“Ansiosos para ver o papá A mamã, os bebés e o Pepe ”, escreveu na descrição de uma foto onde surge com os meninos e o gato de estimação, dentro do avião.

Cristiano Ronaldo não conseguiu acompanhar a família mas a sua reacção não se fez esperar que comentou a foto com variados emojis em forma de coração.

Georgina Rodríguez levou o gato Pepe na viagem e Mateo parece desconfiado do animal, já que ao contrário dos irmãos ao invés de olhar para a câmara, preferiu ficar atento ao gato.

O hotel de luxo onde ficaram hospedados é frequentado por muitas celebridades da televisão, do Cinema e da Moda pela privacidade que oferece a quem lá vai.