Os empresários da restauração estão em lágrimas a pedir ajuda ao Governo. Eles estão em greve de fome, há quatro dias em frente à Assembleia da República. 

José Gouveia, rosto do movimento ‘A Pão e Água’ ao saber que não seriam recebidos pelo ministro de Estado e da Economia Siza Vieira afirmou ao CM: “Ficámos tão revoltados, estamos com as emoções à flor da pele, estamos aqui há quatro dias”.

“A ser verdade, vamos criar um movimento que vai obrigá-lo [Siza Vieira] a receber-nos e isso vai ficar muito mal para a opinião pública porque estarmos a obrigá-lo a receber-nos com uma petição de 7.500 assinaturas parece-me que só humilha mais este governo. Este governo secou as ideias”, afirma. José afirma ainda não perceber que organização vai Siza Vieira receber quando não existe nenhuma que albergue todos esses setores. “Ele está a setorizar”, disse.

“Isto é o reflexo de como o governo trata o povo, não estou aqui só por mim”, acrescenta. Só queríamos falar com ele para ajudar a economia e é isto… não vamos sair daqui”, conclui em lágrimas.