Diogo culpa a produção do Big Brother por compactuar com “agressão verbal”. Um dos temas em debate foi a forma agressiva com que Rui Pedro tem tratado algumas mulheres na casa, em especialo Zena e Joana.

O finalista do BB2020, acabou por criticar o Big: “Estou muito desiludido com o Big Brother. Há três semanas atrás, o Big Brother silenciou aquela agressão verbal. Isso só favorece o agressor, nunca favorece a vítima e isto eu aprendi há uns anos, quando eu fiz uma campanha para a APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima) no dia 25 de novembro que é o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres”, começou por dizer.

“O silêncio só protege o agressor, não protege a vítima, daí que tenha que ser a vítima a dizer que foi agredida. Mas há medos das vítimas em dizer que foram agredidas. O Big Brother silenciou uma agressão verbal e não se deve silenciar”, frisou Diogo Cunha.