Cristiano Ronaldo ofereceu camas e ventiladores ao Hospital de Santa Maria. O agente de futebol Jorge Mendes também participou nesta doação a duas unidades de cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

“Foram de um espírito absolutamente altruísta e solidário. Queriam melhorar as condições dos compatriotas. Por isso, reforçámos a área dos cuidados críticos, que é aquela onde se vai travar o maior combate”, disse Daniel Ferro, ao Correio da Manhã.

Segundo a agência Lusa, CR7 e Jorge Mendes também ajudaram a equipar uma ala do Hospital de Santo António, no Porto, que vai ter o nome de ambos como forma de agradecimento.

“Esta unidade vai permitir a abertura de 15 camas de cuidados intensivos, integralmente equipadas com ventiladores, monitores e restante equipamento”, afirmou o Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), do qual faz parte a unidade hospitalar de Santo António.