Crime macabro: 25 anos de prisão para Maria e 4 anos de cadeia para Mariana. O Tribunal de Portimão procedeu no dia de ontem à leitura do acórdão do caso das duas mulheres acusadas da morte de um homem em 2020, no Algarve, para quem a acusação pedia penas de prisão superiores a 20 anos.

Maria Malveiro foi condenada a pena máxima de 25 anos de cadeia, já Mariana Fonseca foi absolvida do crime de homicídio ficando com uma pena de quatro anos por ocultação de cadáver, burla qualificada e peculato.

Mariana Fonseca, enfermeira, e Maria Malveiro, segurança, mantinham entre si uma relação amorosa na altura dos factos e foram acusadas dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver, acesso ilegítimo, burla informática, roubo simples e uso de veículo.