CR7 desembarcou na Madeira com a família e duas amas. A notícia foi dada pelo DN Madeira dizendo que o jogador estaria no dia de ontem no Funchal.

O jogador mostra-se assim preocupado com o estado de saúde da mãe e a imprensa avança também que Cristiano pode estar com intenção de viver temporariamente na Madeira, com o objetivo de se afastar da epidemia, uma vez que surgiu com uma grande quantidade de malas.

Dolores Aveiro sofreu um AVC isquémico e encontra-se internada no hospital Nélio Mendonça, com alta prevista já na próxima semana, de acordo com informação prestada por Elma Aveiro ao Correio da Manhã. Também Kátia Aveiro, que já se encontra na Madeira, assegurou à comunicação social que a mãe «não ficou com sequelas».

Segundo o neurologista João Sargento Freitas «O facto de ter chegado a tempo de ainda fazer ambos os tratamentos [N.R.: trombectomia e trombólise] é bom, porque esse tratamento, a trombólise, está aprovado até às quatro horas e meia depois do início dos sintomas. Portanto, ter chegado a tempo de fazer a trombólise e, depois, a trombectomia aumenta a probabilidade de recuperação», afirma.