CR7 confiou códigos Multibanco a burlona que lhe sacou 288 mil euros. O jogador da seleção portuguesa foi durante cerca de três anos a fio burlado por uma mulher que trabalhava numa agência de viagens.

CR7 confiou-lhe os seus cartões de crédito e os respetivos códigos, de acordo com informação do JN.

Ao que tudo indica, o craque português não foi a única vitima já que também o agente Jorge Mendes e os futebolistas Nani e Manuel Fernandes foram enganados em 350 mil euros por ela.

A funcionária que tem 53 anos e de seu nome Maria Silva, natural de Vila Nova de Gaia, continua a pagar, ainda que o caso tenha mais de 10 anos. Ela foi condenada em 2017 pelo Tribunal do Porto a uma pena suspensa e está a indemnizar a ex empresa mensalmente.


A mulher assumiu ainda que sofre da patologia de consumismo excessivo e que, por isso mesmo, todo o dinheiro desviado, “ardeu”.