“Como é possível Ricardo Salgado não estar preso?”, afirmou Paulo de Morais num texto publicado nas suas redes sociais.

O mesmo já tem algumas semanas, mas continua a ser partilhado pela sua pertinência e objetividade. Podes ler na integra a seguir:

COMO É POSSÍVEL RICARDO SALGADO não estar preso?

(questão que coloco no DIA INTERNACIONAL DE COMBATE À CORRUPÇÃO, 9 de Dezembro, pelo sexto ano consecutivo)

Salgado não foi sequer sido julgado, mais de cinco anos passados sobre a resolução-falência do Banco Espírito Santo. Ricardo Salgado actuou sempre com impunidade, dispõe do cartão “VOCÊ ESTÁ LIVRE DA PRISÃO” – nas costas do cartão está lista dos políticos e jornalistas que foi comprando ao longo de décadas. RICARDO SALGADO é o maior responsável pela desgraça de milhares e milhares de portugueses.

Salgado provocou a falência do BES, do BES Angola, do GES, da Rioforte, a destruição da PT… com enorme benefício para si e os seus amigos e cúmplices.

Ricardo Salgado esteve sempre ligado a negócios contaminados pela corrupção: aquisição de submarinos aos alemães, abate ilegal de sobreiros que permitiu o negócio imobiliário “Vargem Fresca”; tráfico de influências na privatização da EDP, descapitalização irreversível da Portugal Telecom, eventuais subornos a Sócrates e Vara.

No estrangeiro, surge como o banqueiro do escândalo Mensalão, no Brasil; e aos problemas do Petróleo de Angola.

E que dizem sobre esta impu\nidade absoluta de Salgado o seu amigo Marcelo Rebelo de Sousa? E António Costa, Rui Rio, Catarina Martins, Assunção Cristas e Jerónimo de Sousa? Porque estão todos quedos e mudos, perante o maior escândalo financeiro deste Regime? Revolta esta anomia!!!