Cavaco Silva não estará presente nas comemorações do 25 de Abril, afirmou à Lusa fonte do seu gabinete: “O professor Cavaco Silva não estará presente na sessão solene comemorativa do 25 de Abril”.

Jorge Sampaio informou que também não estará presente e Ramalho Eanes vai ao parlamento no sábado, apesar de discordar do modelo adotado para a cerimónia.

Existem neste momento duas petições ‘online’: uma que pede o cancelamento da sessão solene no parlamento e com mais de 108 mil assinaturas, enquanto outra que defende a celebração pela Assembleia da República, colocada ‘online’ no sábado, contava à mesma hora com mais de 24.000 subscritores.

André Ventura, escreveu ao presidente do parlamento, pedindo a Ferro Rodrigues que cancele a sessão, dizendo que esta “está a gerar um enorme sentimento de revolta e indignação no povo português”.