A casa da nossa mãe é onde podemos sempre chorar sem vergonha. A maioria das mães quer o bem dos seus filhos e cuida deles com uma responsabilidade e entrega indescritível.

A tua mãe estará aí, mesmo quando todos tiverem ido. Até quando mesmo não souberes quem é, quando estiveres perdido na vida.

As mães renunciam a muito mais coisas do que imaginamos para nos criar e nos fazer felizes. Algum tempo atrás renunciavam a praticamente tudo porque a sociedade não permitia ser mãe, mulher e trabalhadora ao mesmo tempo.

As mães são tão generosas e possuem tanto amor pelos seus filhos que ao vê-los nos seus braços pela primeira vez ficam inseguras em relação ao futuro e a respeito de como exercerão o seu papel de mãe.

chorar sem vergonha

“A mão que balança o berço é a mão que governa o mundo.”
-William Ross Wallace-

Serão mães como puderem, ou simplesmente passam a não se importar tanto porque agora o seu filho está junto de si.

Muitas mães curam por completo a ferida dos seus sonhos frustrados e dos seus anseios fazendo qualquer coisa pelos seus filhos para que um dia possam chegar a fazer na sua vida o que desejarem.

Vê-los felizes é um êxito pessoal, o maior prémio por todo o trabalho silencioso que é feito durante muitos anos. Agasalhando-nos quando sentimos frio, ensinando bons valores, preocupando-se em secar nossas lágrimas depois de momentos difíceis, apostando em nós quando ninguém o faz.

Sempre dizem que as mães querem o melhor para nós e esta costuma ser a verdade. É para isso que fazem jornada intensiva de 24 horas de trabalho, já que não descuidam de nós nem por um momento. 

Ela nunca irá abandoná-lo, mesmo que digas que não precisas dela… As mães sabem que quando os filhos dizem tais coisas é o momento em que estar ao seu lado é mais importante do que nunca. Elas ficarão contigo, dando refúgio num lar que é também o teu próprio lar.

As feridas da sua vida se curarão porque sua mãe, com sua naturalidade e companhia, te dá calma, abrigo e compreensão…

É do lado dela que compreende que não perdeu o norte, que o stress e o convencionalismo ficam longe, e pode ser realmente você, com todas as suas nuances.

“Há muitas maravilhas no universo, mas a obra prima da criação é o coração materno”
-Ernest Bersot-

As mães são o nosso refúgio, o nosso norte, têm o nosso coração e não queremos nem imaginamos o que acontecerá quando elas não estiverem mais lá. É por isso que agora, em vida, é nosso dever fazer as nossas mães felizes e dar a elas o nosso carinho.

Dedica o tempo que ela merece e tem em mente que como ela te ama, ninguém amará. O amor entre mães e filhos é inigualável. Sempre há tempo para aproveitá-lo, porque é o mais sincero e maravilhoso da nossa existência.

Créditos: A Mente é Maravilhosa