Caminhar todos os dias pode fazer-te viver até 15 anos a mais, aponta um estudo realizado pela Universidade de Leicester, no Reino Unido. As caminhadas deveriam fazer parte do qoutiano de cada um de nós.

A pesquisa teve em consideração 474.919 pessoas com idade média de 52 anos e os resultados revelam que quem andar mais, vive melhor tem tem umaesperança de vida mais longa.

Tom Yates, principal autor do estudo da Universidade de Leicester, disse que: “As nossas descobertas podem ajudar a esclarecer a importância da aptidão física em comparação com o peso corporal na expectativa de vida dos indivíduos.”

O epidemiologista clínico do Leicester Diabetes Center e coautor do estudo, Dr. Francesco Zaccardi, afirmou: Estudos publicados até agora mostraram o impacto do peso corporal e da aptidão física sobre a mortalidade em termos de risco relativo, por exemplo, um aumento de 20 por cento de risco de morte para cada 5 quilogramas por metro quadrado aumenta, comparado a um valor de referência de um IMC de 25 quilogramas por metro quadrado (o IMC limiar entre o peso normal e o excesso de peso).

No entanto, nem sempre é fácil interpretar um “risco relativo”. O relato em termos de expectativa de vida, por outro lado, é mais fácil de interpretar e dá uma ideia melhor da importância separada e conjunta do índice de massa corporal e da aptidão física.