Os avós estão a ser pressionados pelos filhos a cuidar dos netos. Muitos avós consideram que passar um tempo a cuidar dos netos é uma obrigação e não um ato natural.

A importância dos avós na criação dos netos é imprescindível. Eles Essas oferecem amor genuíno, que acolhe, aceita e protege os pequenos.

Os avós tratam os netos com muito amor e uma liberdade maior, já que não possuem a mesma responsabilidade de educar que os pais. Eles aproveitam para os netos para lhes oferecer um reforço emocional poderoso, que os nutrirá emocionalmente e os tornará mais fortes e seguros.

Mas infelizmente esse amor é muitas vezes explorado pelos filhos que pressionam os seus pais a tomarem conta dos netos, numa rotina diária, que não corresponde mais com a sua idade e disposição, e pode gerar consequências na sua saúde física, mental e emocional.

Os avós sempre estarão disponíveis para “socorrer” os filhos em algum imprevisto e para ficar com os netos, quando a saudade apertar, mas terem uma obrigação imposta pelos filhos não é algo que lhes faz bem.

Muitas vezes, eles aceitam essa condição para não magoar os filhos ou para que os netos não cresçam a pensar que não são amados, mas a verdade é que, no fundo, eles podem estar bastante cansados e precisando de um tempo para si mesmos.

No entanto, independentemente do cenário, é importante compreender que a responsabilidade sobre uma criança é dos pais, e que os avós são um apoio, não a base de todo esse relacionamento.

Portanto, pelos avós e pelos filhos, não permitas que a “síndrome dos avós ‘escravos’” perpetue na tua família.