Agradece sempre pelas conquistas recebidas e tantas outras que ainda virão! É tão reconfortante saber que somos cuidados e amparados! É como uma retrospectiva que passa pela mente, maravilhosa retrospectiva de bênçãos!

Nunca devemos nos esquecer por tudo que passamos, lutamos e vencemos! Pois isto tudo é o resultado do que nos tornamos hoje.

E quando fraquejamos e nos sentimos vulneráveis, fracos na fé, há uma força que fala conosco através da “retrospectiva da vida”, subitamente um sorriso surge e nos ilumina a face, começa devagar e depois “explode”.

Através desta explosão de felicidade, reconhecemos toda a importância dessa força na nossa vida, ao passo que ela nos diz, “Estou sempre aqui, não te afastes”…

Esquecer as bênçãos recebidas, ter medo e se desesperar é um afastamento, pode durar alguns segundos, minutos, horas ou até dias… até o momento em que você se deixe resgatar por Ele e sinta novamente sua calmaria tomar conta, como o sabor suave da brisa lhe afagando a face.

Nós nos afastamos, sim, quando permitimos que o nosso ego tome conta e ficamos cegos e covardes. Em um momento destes, recentemente, chegou-me como um presente o texto do Padre Pio:

“Espera e não te preocupes. A preocupação é inútil. A oração é a melhor arma que temos, é a chave do coração com quem falamos e tu deves falar não somente com teus lábios, mas também com o coração. Na verdade, numas ocasiões, deves falar somente com o coração”.

Neste momento tudo ficou claro: somos humanos, os afastamentos temporários são comuns, mas não podemos considerá-los normais, porque, definitivamente, não o são! O normal é estar sempre conectado a essa força, não nos permitindo o afastamento, o sofrimento e o medo.

Dizem que existe uma teoria da conexão com essa força, esta pode ser por dois motivos: no amor ou na dor. Eu sempre achei que a transformação ocorre na dor, mas o facto é que cada um tem uma história e uma forma de reagir a ela, por isso tanto faz se amor ou amor, o importante é estar conectado e quando tudo vai bem, devemos nos manter próximos por meio da gratidão!

Mesmo quando tudo está bem, continua a agradecer por todas as bênçãos recebidas e por todas que ainda virão!

Créditos: Fabiana Dainese Mauch (adaptado)

Partilha