A dolescente de 17 anos que matou o pedófilo que a violava pode ficar agora em prisão perpétua. Chrystul Kizer, de 17 anos, matou o agressor que a violava e vendia a outros homens, e agora pode enfrentar pena de prisão perpétua.

A adolescente enfrenta agora uma acusação de vários crimes. Depois de assassinar a tiro Randall Volar, de 34 anos, em junho de 2018 ela corre o risco de prisão perpétua. Incendiou-lhe ainda a casa e fugiu no seu carro de luxo, de acordo com acusação.

A jovem confessou o crime alegando estar cansada dos abusos. Kizer diz que o homem vendia-a a outros homens e acredita que estava envolvida no negócio da prostituição.

A jovem, actualmente com 19 anos, conhece em fevereiro a sua sentença final.